sábado, 17 de março de 2012

AS LÍNGUAGENS DO AMOR-P/24



AS LÍNGUAGENS DO AMOR-P/24
Um presente é algo que você pode segurar em suas mãos e dizer:
“Ele pensou em mim!” ou,
“Ela se lembrou de mim!”
Antes de comprarmos um presente para alguém, pensamos naquela pessoa. O objeto em si é um símbolo daquele pensamento. Não importa se foi caro ou barato. O importante é que ele seja a prova desse desejo. E não é somente a intenção em nível da mente que se conta, mas o pensamento demonstrado de forma concreta através de um presente que se torna uma expressão de amor. Muitas mães contam histórias de que seus filhos trouxeram-lhes flores do quintal como presente. Elas se sentem amadas, mesmo que seja uma simples flor do jardim delas que não gostariam que fosse apanhada. Desde muito pequenas as crianças sentem-se inclinadas a dar alguma coisa a seus pais, e isto é uma boa indicação de que dar presentes é fundamental para o amor. Presentes são símbolos visuais do amor. A maioria das cerimônias de casamento inclui dar e receber alianças. A pessoa que realiza a cerimônia diz: “Estas alianças são os sinais visíveis dos elos espirituais que unem estes dois corações em um amor que nunca terminará”. Isso não é uma simples retórica. É a expressão de uma significante verdade os símbolos possuem valores emocionais. Creio que isso pode ser bem exemplificado quando, perto da desintegração de um casamento, marido e mulher deixam de usar suas alianças. Esse é um sinal muito nítido de que o casamento está em sérios problemas. Certo esposo me disse o seguinte: “Quando ela atirou sua aliança contra mim e saiu cega de raiva batendo atrás de si a porta da casa, tornou-se evidente que nosso problema era seriíssimo. A aliança ficou no mesmo lugar onde foi jogada durante dois dias, porque eu não me abaixei para pegá-la. Quando finalmente a apanhei, caí em um pranto convulsivo.” As alianças são um símbolo do que o casamento deveria ser. Porém, aquela colocada na palma de mão dele, e não no dedo dela, funcionava como um lembrete visual de que aquele casamento desmoronara-se. A aliança solitária provocou profundas considerações e emoções naquele marido. Símbolos visuais de amor são mais importantes para uns do que para outros. Por esse motivo, existem os que após se casarem nunca mais tiram a aliança; porém, também há alguns que nem chegam a usá-la. Essa é outra evidência de que as pessoas possuem linguagens do amor diferentes. Se receber presentes é sua primeira linguagem do amor, então você dará enorme valor à aliança recebida e usála-á com grande orgulho. Ao longo da vida, outros presentes também serão motivo de grandes emoções. Você verá neles expressões de amor. Sem lembranças como símbolos visuais, o amor do cônjuge poderá até ser questionado. Existem presentes de todos os tamanhos, cores e formatos. Alguns são caros, outros baratos. Para aquela pessoa cuja primeira linguagem do amor é receber presentes, o preço pouco contará, a menos que haja uma enorme discrepância entre o que se deu e o que se poderia oferecer. Se um marido milionário concede regularmente à sua esposa presentes de somente um dólar, ela poderá questionar se aquela é realmente uma expressão de amor. Por outro lado, quando as finanças da família são reduzidas, um presente de um dólar significará tanto quanto um outro de um milhão de dólares.
Se a primeira linguagem do amor
de seu cônjuge for “Receber Presentes”,
você pode se tornar expert nessa área.
De fato, essa é uma das mais
simples linguagens para se aprender.
Presentes podem ser comprados, achados ou elaborados.
TEM CONTINUAÇÃO DIARIAS.


FAÇA UMA BOA AÇÃO,
NOS FAÇA UMA DOAÇÃO.
DOANDO QUALQUER QUANTÍA
PARA ESTAS
CONTAS BANCARÍA.
FAÇA TEU DEPOSITO
NESTAS AGENCÍAS.
.
AGENCÍA—3058
CONTA CORRENTE
N-37966-4
BANCO ÍTAU.
.
AGENCÍA-0894...OPERAÇÃO.013
CONTA POUPANÇA. 20680-0
CAIXA ECONOMICA FEDERAL.
.
MUÍTO OBRÍGADO,
DEUS ABENÇÕE
TUA CASA.
TUA FAMILIA
E FAÇA PROSPERO
TEU CAMÍNHAR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário